Por que o autocuidado é extremamente importante para relacionamentos duradouros?

Kits exclusivos edição “Dia dos Namorados Beleza Saúde”:


O significado de “autocuidado” para muitas pessoas está associado ao egoísmo, indiferença e até mesmo ao narcisismo.


Talvez esse achismo tenha relação com a enorme quantidade de publicações nas redes sociais mostrando corpos esculturais dentro de piscinas com uma paisagem ao fundo de cair o queixo. Em nossas antigas publicações já falamos sobre como a beleza é utilizada para trazer autoridade e status - mas não necessariamente a realidade.


Não devemos nos esquecer que a beleza não é um padrão e muito menos uma mercadoria. Embora esses perfis digam o contrário, não precisamos seguir o que nos impõem. Infelizmente, esses conteúdos são capazes de persuadir. A falta de senso crítico pode comprometer o bolso de quem não pode arcar com tais produtos milagrosos, cardápios com ingredientes caríssimos ou usufruir de recursos que só um grupo seleto de frequentadores têm acesso.


A verdade é que a beleza é resultado do autocuidado. A estética é apenas consequência. O autocuidado não se limita a uma pele firme e sem linhas de expressão; ou à barriga sequinha; ou aos músculos que crescem por meio dos treinos na academia.


Autocuidado é saber se valorizar. É ter autoestima. É ter opinião própria. É saber cuidar do seu próprio interior. Saber cuidar de seus sentimentos, de seus pensamentos e de seus hábitos. E claro, com a própria saúde.


Neste Dia dos Namorados queremos propor reflexões que ajudem os nossos leitores a enxergarem fora da bolha a respeito do autocuidado. Sim, o autocuidado é capaz de elevar não somente as relações sociais, mas de construir e fortificar as relações amorosas.


Ainda que muitos prefiram optar pela valorização da artificialidade, saiba de uma coisa: pessoas autênticas têm mais chances de conhecerem o real significado de sucesso em todos os campos da vida.


Se você deseja evoluir cada vez mais através de sua própria essência e nutrir relacionamentos duradouros, esse artigo é para você!



Em que consiste o Autocuidado?


O autocuidado vai muito além de um banho de sais minerais, da manutenção dos cabelos, ou das unhas bem-feitas. “Autocuidado” é um conceito muito mais amplo que engloba o que a pessoa faz por si mesma para se manter saudável.


Higiene pessoal, estilo de vida, alimentação, prática de atividades físicas e de exercícios mentais, moradia, saneamento básico e condições econômicas que permitam sanar as necessidades básicas são exemplos de autocuidado.


A international Self-Care Foundation (ISF), instituição beneficente do Reino Unido que preza pela conscientização do autocuidado em todo o mundo defende a implantação de “sete pilares” essenciais para que o indivíduo tenha total controle sobre seu bem-estar de vida:


1. Alfabetização em Saúde: capacidade dos indivíduos de obterem, processarem e compreenderem informações e serviços básicos de saúde necessários para a tomada de decisões apropriadas.

2. Autoconsciência: conhecer o próprio índice de massa corporal (IMC), nível de colesterol e pressão arterial. Atividades que estimulem a cognição (leitura, estudo, jogos de raciocínio lógico também fazem parte.

3. Atividade Física: praticar atividades físicas de intensidade moderada, como caminhar, andar de bicicleta e outros esportes que deem prazer de serem praticados.

4. Alimentação Saudável: dieta nutritiva e equilibrada com níveis adequados de ingestão de calorias.

5. Evitar ou Mitigar Riscos: parar de fumar, diminuir o consumo de bebidas alcóolicas, ser vacinado todos os anos (vacina da gripe, H1N1 e contra a Covid-19 - quando estiverem liberadas de acordo com as prescrições dos órgão de saúde).

6. Boa Higiene: lavar as mãos regularmente, quando água e sabão não estiverem disponíveis no momento, utilizar álcool gel 70%, escovar os dentes, lavar os alimentos antes de consumi-los, realizar limpeza doméstica frequente e não compartilhar os objetos de uso pessoal com outras pessoas.


7. Uso racional de produtos, serviços, diagnósticos e medicamentos: estar ciente dos perigos e, quando necessário, utilizá-los com responsabilidade.



Ainda de acordo com pesquisas da ISF, cerca de 70% a 95% de todas as doenças são tratadas sem a intervenção de um médico ou especialista. Saber quando consultar um profissional de saúde é uma habilidade e autocuidado correspondente ao primeiro (alfabetização em saúde) e ao segundo pilar (autoconsciência).


Vimos que os pilares do autocuidado proposto pela ISF são realmente importantes para a vida das pessoas. Além de ser um grande risco para a saúde, por exemplo, a automedicação é um exemplo da falta de autoconsciência que muitos de nós experimentamos em algum momento da vida.

Mas por que é tão difícil nos reconhecermos?


O autoconhecimento (ou autoconsciência) está intimamente relacionado com a autorreflexão. A falta de autoconhecimento expõe o indivíduo à “auto-ilusão” e “autossabotagem”.


O autoconhecimento é um dos pré-requisitos mais importantes para a nossa capacidade de relacionamento, porque a empatia é uma característica vital para uma vida amorosa (e social) funcional.


Ainda que possamos compreender brevemente a importância do autocuidado e os pilares que o sustentam, por que tantas pessoas sentem dificuldade em reconhecer a si mesmas?


O ato de observar as próprias ações é baseado em um conceito da psicologia conhecida por “intersubjetividade”, ou seja, a compreensão de outras pessoas sobre nós mesmos. Para a psicologia, a orientação intersubjetiva é uma mudança de paradigma que visa superar a perspectiva estreita de Sigmund Freud para atribuir um conceito de desenvolvimento humano levando em consideração a constituição das relações entre pessoas.


Logo, a experiência surge na troca mútua de subjetividades (interpretação individual da realidade). A empatia social ocorre quando as trocas fluem de maneira compatível ou similar às experiências do próximo. No caso da resistência, ocorre quando uma reação analítica subjetiva traumática (eventos que implicaram em experiências negativas) “alerta” o indivíduo diante da possibilidade de eventos frustrantes ocorrerem novamente no futuro.


Abaixo, você verá as principais razões pelas quais somos tão relutantes em lidar com nós mesmos:

1. Desapontamento


A decepção é um sentimento causado quando os resultados de uma determinada ação não saem como esperado.


Acreditar em uma causa e não ser correspondido ou agir com credibilidade sobre determinado objetivo e perceber que não era aquilo que se esperava são os exemplos mais comuns de decepção.


O desapontamento pode interferir na produtividade, no trabalho, nas atividades do dia a dia e até comprometer as relações sociais e afetivas.


2. Tentar agradar aos outros


Agir de acordo com as vontades do próximo é falta de autoconhecimento. Quando percebemos nossas reais vontades e conduzimos nossa vida em concordância com os nossos ideais, as chances de decepcionarmos o próximo e a nós mesmos é menor.


A autenticidade é uma característica valorizada hoje em dia porque o que mais vemos é a massificação de atitudes e de formas de pensar.

3. Processar e não suprir


Qualquer pessoa que lida consigo mesma tende a explorar seus sentimentos, sensações, pensamentos e ações. Processá-los dependerá também de como ela enxergará o passado. “Por que eu me tornei assim?”. Essa pergunta reforça a necessidade de avaliar os acontecimentos com a razão, porque muitos erros do passado podem se repetir no presente.


Suprir os acontecimentos do presente pode ter relação com alguma lacuna do passado que quando não analisada pode trazer incertezas e decepções futuras. Buscar preencher essas lacunas com novas ações sob novo olhar é um grande desafio - mas nunca impossível!


Quando passamos a nos conhecer, o autocuidado físico e mental tende a fluir naturalmente. Acabamos por influenciar o ambiente ao nosso redor. Atraímos pessoas agradáveis e que se identificam com nós mesmos. Colocamos em prática os projetos da vida e percebemos pequenas mudanças no decorrer do tempo. Trabalhar cada uma das razões citadas acima é um grande passo para o desenvolvimento pessoal. A partir do momento que passamos a nos conhecer, a entender como os sentimentos se manifestam em determinadas situações e como nos comportamos diante delas conseguimos fortalecer a nossa autoestima em todos os campos da vida.


A autoestima é resultado do autoconhecimento. Logo, quando mais nos conhecemos mais dispostos estamos a seguir em frente para nos cuidarmos e para realizar os nossos sonhos. Podemos afirmar, então, que o autocuidado está associado ao autoconhecimento e que a autoestima é a percepção que nós temos sobre nós mesmos.


Autoestima: o “termômetro” do autoconhecimento


Autoestima é um conceito psicológico que se refere ao julgamento positivo ou negativo que uma pessoa tem de si mesma. Essa percepção dependerá de muitos parâmetros, como a educação, a personalidade e a capacidade física e intelectual. São variáveis que influenciarão o julgamento sobre nós mesmos, além do sucesso ou fracasso das relações sociais e amorosas. A autoestima é construída logo na infância e evolui ao longo da vida com as experiências vividas:


a. Baixa autoestima: pode causar desconforto e dificuldade no relacionamento com outras pessoas. Também será um fator de risco para o desenvolvimento de distúrbios psicológicos. Pessoas com baixa autoestima nunca se sentem bem o suficiente, nunca estão à altura e sofrem terrivelmente.

b. Autoestima elevada: pode levar o indivíduo a ter comportamentos e atitudes muitas vezes mal percebidos por outras pessoas que muitas vezes verão nela uma pessoa arrogante e pouco segura de si. Autoestima elevada também pode levar ao risco, por acreditar que está imune a tudo ao seu redor.


c. Autoestima equilibrada: corresponde à autoestima satisfatória, nem baixa nem elevada. Promove desenvolvimento relacional e pessoal.


Para que todas as áreas da nossa vida tenham significado e propósito, a autoestima deve ser trabalhada intrinsecamente a partir do autoconhecimento. Embora estejamos suscetíveis a oscilações todos os dias, devemos compreender que o mundo exterior é constituído pelas trocas de experiências (interpessoalidade) e que o nosso papel é o de agregar valor - através de nossa própria essência - naquilo que buscamos vivenciar.


Se você deseja que o seu relacionamento amoroso tenha substancialidade, o primeiro passo é se conhecer. Quando nos conhecemos temos plena convicção de nossa autoestima. A autoestima fundamentada transmitirá segurança para o próximo, favorecendo a troca natural de experiências, de sentimentos e de concretização para os projetos do casal.

Evolua: Se conheça, pratique o autocuidado e fortaleça sua autoestima para ser mais feliz


Se conhecer, praticar o autocuidado e fortalecer a autoestima pode ser difícil para muitas pessoas, mas saiba que com disciplina e força de vontade você se surpreenderá com o potencial adormecido até então:

1. Afirme-se


Aprenda a dizer o que pensa e o que realmente sente. Tenha cuidado apenas de não transmitir um tom agressivo quando se expressar. Você deve aprender a formular seus pensamentos sem ser agressivo(a). Aprenda também como articular adequadamente seus desejos e sentimentos. Expresse-se sempre de forma clara e concreta.

2. Defina suas prioridades


Reserve um tempo para refletir com objetividade sobre seus planos de vida: o que é mais importante para você? Quais são suas prioridades? Seus projetos de vida no curto, médio e longo prazo? Você pode colocar de lado suas dúvidas e se concentrar em suas prioridades. Foco! Buscar alcançar as prioridades estabelecidas permite que você se conheça, que assuma o autocuidado e desenvolva sua autoestima.


3. Quais são seus valores essenciais?


Liste seus valores fundamentais, como: liberdade de pensamento; respeito ao próximo; amor e cidadania. Não se deixe influenciar por fatos incidentais ou ideias superficiais.


Viver com valores bem fundamentados contribui para tornar as pessoas felizes!

4. Reconheça suas qualidades


Sim, todos nós temos defeitos e qualidades que podem desaparecer ou melhorar ao longo do tempo.


O importante não é focar em seus defeitos, mas em suas qualidades. Liste-os por escrito mesmo, em uma folha de papel em branco. Releia suas qualidades regularmente e desenvolva sua lista descobrindo novas qualidades. Pergunte a alguém próximo (familiar ou amigo) sobre o que eles mais gostam em você. Você pode se surpreender!


5. Seja positivo(a)


Quando enfrentamos algum problema geralmente o vemos pelo lado ruim. No entanto, sempre há pontos positivos e soluções. Todos os problemas também servem de aprendizado. Como falamos, as experiências positivas e negativas também são lições de vida que devem ser compartilhadas com outras pessoas. As relações são constituídas pelas trocas e são essas trocas que nos permitem evoluir.


6. Olhe para si mesmo(a) - sem cobrança ou condenação


Você faz o seu melhor e tenta melhorar a cada dia. Vale a pena um pouco de ternura e gentileza consigo mesmo(a).


Converse e incentive-se. Você é responsável pelo seu crescimento. Sempre que se olhar no espelho, seja gentil e jamais se cobre. Condenar-se só traz infelicidade e barreiras para seu crescimento e relações pessoais.


7. Elogie-se e comemore todas as suas vitórias!


Não são apenas as promoções ou a aprovação em um exame que contam entre as suas vitórias. A vida cotidiana é pontuada por pequenos e grandes sucessos, nos quais você deve mergulhar (consertou o brinquedo do seu filho, conseguiu decorar o ambiente da casa, começou uma nova atividade física, entre outros).


Reivindique suas vitórias e aproveite esses pequenos momentos mágicos que trazem felicidade e bem-estar.


8. Amordace seu crítico interno - autossabotador


Todos nós temos uma vozinha interna que nos diz: “Não se alegre muito porque isso vai passar”. “Pega leve no relacionamento que você pode se machucar”. “Não se doe tanto para o(a) outro(a)”. “Não mereço”. “Não vai durar muito, não crie espectativas”.


Estas críticas não têm justificativa e costumam abalar os melhores momentos da vida. Não se critique, não se sabote: aproveite e viva intensamente cada detalhe.


9. Elimine seus pensamentos tóxicos/ Não seja tóxico(a)


“Eu sou burro(a)”. “Sou desejeitado(a)”. “Sou muito pequeno(a)”. “Não vou conseguir”. Essas frases pequenas e negativas têm um poder imensurável para atrair coisas ruins. Elas prejudicam seu desenvolvimento, abalam as relações sociais e afetivas.


O mesmo vale para a postura tóxica. Ser uma pessoa que não transmite positividade, não elogia, sempre está emburrada, é negativa e transmite a negatividade para o(a) próximo(a). Pessoas tóxicas se alimentam das conquistas dos outros, não incentivam o crescimento e a felicidade alheia.


10. Transforme suas falhas em qualidade


Aceite suas falhas, assuma-as ou livre-se delas. Comece identificando-os objetivamente. Certos traços de sua personalidade que você vê como pontos fracos podem se transformar em pontos fortes. Certos aspectos físicos também podem se tornar sinais distintivos.


Além disso, a beleza vem de dentro. Logo, nada é imutável; tudo pode ser transformado.


11. Cuide-se


Faça check-ups e cuide de sua saúde. Mantenha uma rotina diária de cuidados pessoais: escove os dentes, tome banho, atente-se com sinais atípicos na pele (alergias, hematomas, varizes, caroços, etc.), mantenha uma dieta rica em vitaminas e nutrientes, diminua o consumo excessivo de álcool, pare de fumar, pratique esportes, tome banho de sol, use protetor solar, use preservativos e aproveite o que a vida tem a oferecer para você.



Cuide de quem você ama: 08 dicas valiosas para relacionamentos de sucesso


O Dia dos Namorados é uma data especial porque celebra a união e a troca de amor e carinho entre as pessoas. E por este motivo, a Beleza Saúde abordou a importância da autoconsciência, do autocuidado e da autoestima para que nossos seguidores tenham mais conhecimento sobre a importância do desenvolvimento pessoal para que as relações sociais e afetivas tenham solidez e prosperidade.


Agora, confira 08 dicas valiosas para um relacionamento de sucesso que reunimos com exclusividade para você:


1. Rir juntos


O riso é uma das melhores terapias de casais. Tirar sarro de nossas pequenas desventuras ou conflitos permite que nos recuperemos rapidamente.


2. Tire um tempo juntos


A rotina diária às vezes leva ao afastamento de parceiros. Tente encontrar tempo para passar momentos românticos juntos.


3. Compartilhe suas fantasias


Mesmo mais vergonhoso! Ao revelar seus desejos mais íntimos, você com certeza vai dar asas à sua imaginação e encontrar juntos algumas ideias para apimentar a relação.


4. Expresse seu amor


Com o tempo, muitos casais não dizem mais “Eu Te Amo” sob o pretexto de que isso lhes parece óbvio. No entanto, é um erro. Essas palavras simples são a chave para um relacionamento duradouro. Dizer ao outro que ainda o amamos depois de todos esses anos mostra seu apego. Prova de que nossos sentimentos não morreram. Lembre-se daqueles insights que falamos lá no começo deste artigo.


5. Aventurem-se


Sair da vida cotidiana permite que vocês se encontrem. Viaje! Pesquise estadias em hotéis ou pousadas. Esse tempo fora da rotina permitirá recriar memórias e passar momentos maravilhosos juntos.


6. Você escuta!


Reservar um tempo para expressar seus sentimentos, para compartilhar projetos, para expressar seus desejos promove a durabilidade do casal.


7. Seduza-se novamente


Depois de anos de namoro, tendemos a relaxar e nos esforçar menos para agradar um ao outro.


8. Kits Dia dos Namorados


O autocuidado também é uma forma de demonstração de amor. A Beleza Saúde criou kits exclusivos para que o(a) seu(ua) parceiro(a) tenha mais saúde e bem-estar, além de permitir apimentar a relação.


KITS Dia dos Namorados da Beleza Saúde


Desenvolvemos Kits exclusivos de autocuidado e para apimentar a relação dos casais neste Dia dos Namorados. Confira os kits direcionados para homens e mulheres abaixo:


1. Linha feminina:


· Gloss

Benefícios: Para lábios, mais bonitos e hidratados, auxilia no aumento do volume do tecido, tornando-os mais volumosos. Composição: Adifiline 2% + Ácido Hialurônico 5% + base para Gloss (dar um nome bacana) Modo de uso: Aplicar nos lábios de 2 a 3x ao dia. Valores: venda – 51,00 / Custo - 35,30 Embalagem: Frasco Gloss Rose quadrado 6ml;

· Sérum Facial

Benefícios: Possui efeito tensor, elimina aquelas pequenas ruguinhas da pele, forte ação antiaging e hidratante sem deixar a pele oleosa, possui toque seco Composição: Tensine 3% + Nano up Lift 3% + Vit C estável 8% + Silício Líquido 4% + Base Sérum (dar um nome legal) 30g Modo de uso: Aplicar na face 2 x ao dia Valores: Venda 79,00 / Custo: 44,50 Embalagem: Frasco P/ Sérum Rose 30ml;

· Rollon Feminino

Composição: Óleo essencial de Ylang Ylang, Canela e Gerânio Benefícios: Uma combinação estimulante para as mulheres despertando toda a sua feminilidade, libido e sensualidade.

Composto por gerânio um óleo extremamente feminino com aroma floral desperta todo o arquétipo feminino trazendo estimulo sexual por ser um óleo” hormon-like” e que associado com Ylang Ylang desperta a sensualidade com seu aroma quente, altamente afrodisíaco e canela um com seu aroma quente e aromático estimulando o apetite sexual e trazendo um aconchego a dois. Modo de Usar: Aplicar nos punhos e atrás das orelhas Valores: Venda – 38,00 / Custo – 28,60 Embalagem – Frasco Rollon âmbar 10M.


Para adquirir esse produto, Clique Aqui.

2. Linha masculina:


· Tonico para barba

Benefícios: Contém ativos inovadores que estimulam a produção de fatores de crescimento e consequentemente o crescimento dos fios, mantendo o folículo piloso na fase anágena. Composição: Trichoxidil 5% loção de tratamento pós barba Modo de usar: Aplicar na região da barba 2x ao dia - Frasco transparente 100ml

· Sérum pós barba

Benefícios: Fórmula que hidrata sem deixar a pele oleosa, possui toque extra-seco, regenera a pele as lesões causadas pela lâmina Composição: Trichoxidil 5% loção de tratamento pós barba Modo de Uso: Aplicar como pós Barba Valores - Frasco Pump Branco Frizo Prata 30ml;

· Roll On Masculino

Composição: Óleo essencial de Sândalo, pimenta rosa, patchouli. Benefícios: Elaborado com óleos essenciais que contém propriedades afrodisíacas, despertando todo o vigor e potência masculina trazendo uma explosão de estímulos. Composto por óleo de sândalo, um óleo nobre altamente utilizado na perfumaria fina, aumenta o desejo sexual, melhora a impotência despertando toda a essência masculina associado com pimenta rosa aflorando a percepção de sensações e patchouli estimulando toda a potência masculina. Modo de Uso : Aplicar nos punhos e atrás das orelhas – Frasco Rollon âmbar 10ML


Para adquirir esse produto, Clique Aqui.



3. Para homem e mulher:

· Blend Sensual

Composição: Óleo essencial de Ylang Ylang, pimenta rosa, Patchouli, Limão Elaborado com óleos essenciais que estimulam o romantismo, despertando a sensualidade e aflorando os sentidos. Estimula a libido e a paixão trazendo um momento único a dois. Breve descrição dos óleos: a. Pimenta Rosa: Aroma picante e “caliente#, trazendo relaxamento e entrega o prazer. b. Ylang Ylang: Óleo com aroma floral de natureza altamente afrodisíaca, estimula e aguça os sentidos despertando a libido e o prazer a dois. c. Patchouli: Aroma amadeirado, estimula os hormônios sexuais aumentando a libido e a sensação de prazer. d. Limão: aroma cítrico e fresco, traz estímulo e sensação de bem-estar. - Modo de Uso: Aplicar nas áreas a serem massageadas ou na banheira para despertar os sentidos – Frasco conta gotas âmbar 30ML

Para adquirir esse produto, Clique Aqui.

8 visualizações0 comentário