top of page

Dia Nacional do Combate ao Colesterol: Desvendando Mitos


Alimentos saudáveis que auxiliam no controle do colesterol junto à um estetoscópio
Combate ao Colesterol

O combate ao colesterol é reconhecido como um dos pilares para prosseguir com uma vida saudável e com menos complicações médicas, mas por vezes acabamos tendo tanto medo de problemas de saúde que acabamos aceitando diversas suposições e informações sobre este lipídio que mais atrapalham do que ajudam. No texto de hoje iremos falar um pouco sobre essas suposições que fazemos e acabamos levando como verdade, e ainda, colocar as informações que possuem respaldos médicos sobre e de como ajudar a tratar este problema tão comum na sociedade de hoje em dia.


Colesterol: Suposições e Verdades


Colesterol e as suposições:


  1. Todo colesterol é ruim: Talvez a suposição mais comum seja esta, todo colesterol faz mal para saúde e precisamos eliminar esse "inimigo" de qualquer maneira. No entanto, temos dois tipos principais de colesterol em nosso organismo: o HDL (lipoproteína de alta densidade), que é mais comumente chamado de "colesterol bom", e o LDL (lipoproteína de baixa densidade), que é aquele chamado de "colesterol ruim", logo, já sabemos que não é qualquer colesterol que devemos nos atentar para realizar tratamentos de diminuição, o HDL, inclusive, é um grande aliado para nossa saúde.

  2. Alimentos com colesterol causam aumento do colesterol sanguíneo: Por vezes a lógica comum acaba não sendo tão direta como esperamos, acreditar que todos alimentos ricos em colesterol, como ovos e frutos do mar, levam automaticamente a um aumento do colesterol no sangue é uma suposição comum, mas não é tão simples assim. A influência dos alimentos na elevação do colesterol sanguíneo é mais complexa, e fatores como gorduras saturadas e trans podem ter um papel mais significativo. A dieta tem sim um papel fundamental no controle do colesterol, mas ela é apenas uma parte desse processo complexo.

  3. Apenas pessoas mais velhas precisam se preocupar com o colesterol: Isso não vale somente para o controle do colesterol, muitas vezes acreditamos que as preocupações médicas e exames devem ser focados quando já estamos mais velhos, mas para esse controle e diversos outros é de extrema importância o cuidado desde cedo, assim podemos evitar problemas futuros e ainda manter uma vida melhor e prolongada. Junto a essa suposição podemos colocar a próxima que está bem relacionada.

  4. Crianças não têm colesterol alto: Junto a "crença" apresentada anteriormente temos a de que as crianças não correm risco algum com o colesterol alto, mas infelizmente isso não é verdade. Maus hábitos alimentares, aumento da obesidade infantil, uma vida muito mais corrida para os pais e elevados valores para manter as crianças sob supervisão e com hábitos mais saudáveis de exercícios, esportes e outros, estão tornando o alerta sobre o colesterol infantil cada vez mais importante.

  5. Níveis extremamente baixos de colesterol são ideais: Lembra do que mencionamos sobre o medo dos riscos da saúde poderem nos prejudicar mais do que ajudar? Existe a ideia de que quanto menor o nível de colesterol no organismo, melhor, mas isso é inclusive perigoso. O colesterol possui papel fundamental em nosso organismo, seja auxiliando na produção de hormônios, logo, auxiliando também na fertilização, como também na absorção de vitaminas pelo corpo e a produção de vitamina D. Embora ressaltamos essa questão, é importante informar que esse nível baixo de colesterol é raro de ocorrer e que nosso corpo consegue, geralmente, regular os níveis para evitar complicações.

  6. Medicamentos são a única solução para o colesterol elevado: Quem nunca ouviu que uma vez diagnosticado com o colesterol alto terá de tomar um cápsula por dia para o resto da vida? Sim, os remédios são extremamente importantes e nunca se deve fugir das indicações médicas, porém, existem hábitos como rotina de exercícios, alimentação saudável e balanceada, além do controle do estresse que podem ajudar muito na redução do colesterol. Busque sempre o auxílio médico para obter o melhor tratamento possível e entenda a relação dos tratamentos com abordagem holística para poder talvez escapar da necessidade de utilizar remédios para uma vida toda.


Uma avó abraçando seu neto
Cuidando das gerações

Com essas suposições já podemos entender um pouco mais sobre como funciona o colesterol em nosso corpo, a importância de nos mantermos sempre atentos aos seus níveis e que o acompanhamento médico é sempre indispensável para seguirmos os melhores caminhos no combate ao colesterol.


Vamos verificar então como podemos controlar com maior efetividade nosso colesterol e quais hábitos podem auxiliar de forma positiva nessa jornada.


Colesterol, o que realmente sabemos:



Uma mesa com um prato bem colorido de comida, pesos de academia ao lado, uma garrafa de água e parte de um tapete de yoga
Hábitos Saudáveis

  1. Estilo de Vida Saudável: Quantas vezes escutamos que um estilo de vida mais saudável pode nos ajudar de diversas formas para uma vida plena e tranquila, livre de complicações médicas, mas o que é esse estilo de vida? Novos hábitos alimentares com uma dieta balanceada, rica em frutas, vegetais, grãos integrais e fontes magras de proteína, junto disso, reduzir a ingestão de gorduras saturadas e trans é crucial, assim como controlar o consumo de açúcares adicionados. Não tem como fugir, praticar regularmente atividades físicas, como caminhar, nadar ou correr, pode aumentar os níveis de HDL (colesterol bom) e melhorar a saúde cardiovascular, então precisamos sempre separar um tempo na nossa semana para podermos cuidar do nosso corpo da forma ideal!

  2. Medicamentos: Existem muitos fatores que acabam afetando o colesterol e infelizmente há os casos em que mudanças no estilo de vida não são suficientes para controlar os níveis de colesterol e para esses casos os médicos podem prescrever medicamentos. As estatinas são os medicamentos mais comuns para reduzir o colesterol LDL (colesterol ruim). Outros medicamentos, como os inibidores de PCSK9, também podem ser prescritos em casos mais graves. É importante discutir com um profissional de saúde os benefícios, riscos e efeitos colaterais potenciais desses medicamentos.

  3. Monitoramento Regular: Não adianta realizar um exame, receber o diagnóstico, começar um tratamento e parar de acompanhar o desenvolvimento do caso. O acompanhamento do colesterol, e de diversas outras complicações de saúde, são de extrema importância para poder verificar se o tratamento proposto está tendo resultados esperados ou não, de forma que o médico consiga adequar sempre, para cada paciente, o tratamento mais efetivo.

  4. Abordagem Personalizada: Como mencionamos acima, o médico irá prescrever um tratamento completo para cada indivíduo, somos seres únicos, cada um com sua especificidade, não tente copiar ou buscar tratamentos que deram certo para uma pessoa esperando que seu organismo irá responder da mesma maneira, embora ele possa, o mais certo e que terá um custo-benefício maior, é a indicação individual.

  5. Suplementos Alimentares: Existem suplementos, como as fibras solúveis e os esteróis vegetais, que têm sido associados à redução do colesterol LDL (colesterol ruim) e por consequência ajudam nos tratamentos. Sempre bom lembrar que para a suplementação temos opções ótimas como o Morosil por exemplo e outras fórmulas manipuladas para auxiliar no combate ao colesterol alto, porém, é muito importante verificar junto de seu médico e se possível junto às nossas farmacêuticas se seria recomendado o uso ou não.


Conclusão


A busca pelas informações e conhecimentos corretos é de extrema importância para entendermos sobre o que pode ou não afetar nossa saúde e de como tratar os problemas que aparecem, busque sempre auxílio com especialistas, evite tomar medidas que possam afetar sua saúde baseando-se somente em informações "boca a boca", existem diversos profissionais que buscam se atualizar há todo momento para nos ajudar a chegarmos cada vez mais longe em nossas vidas, devemos aproveitar essa oportunidade!

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page