O que é Performance Esportiva, seus benefícios e 07 dicas poderosas para alcançá-la!

Corrida, ciclismo, natação, musculação, futebol ou artes marciais. Não importa qual modalidade esportiva você treina. No final, o que você realmente quer é manter a assiduidade dos treinos e alcançar a excelência dos resultados.


Dentro do universo esportivo, dizemos que o praticante que direciona sua atenção no desenvolvimento de seus próprios resultados está, na verdade, buscando a tão desejada (e alcançável) Performance Esportiva.


Se você é praticante de qualquer uma das modalidades citadas (ou outras relacionadas) e tem interesse em saber como a performance esportiva pode potencializar o seu progresso, esse artigo é para você.

Ácido Araquidônico 500mg ( ARA ): Crescimento Muscular, Força e Resistência


O que é Performance Esportiva?


Performance Esportiva é uma cadeia integrada de fatores distintos. Esses fatores quando trabalhados simultaneamente trazem melhorias significativas ao desenvolvimento do praticante.


Essa cadeia é constituída pelos seguintes fatores: A. Neuromusculares: possuem relação entre o sistema nervoso e suas dimensões, como a força, velocidade, resistência e flexibilidade.

B. Controle mental: fatores psicológicos que contribuem (ou não) para o desenvolvimento da performance;


C. Técnica: habilidades de coordenação motora e habilidades de movimento;


D. Ambiente: condições ambientais (interna e externa) que podem contribuir ou interferir no estímulo sensorial - e consequentemente no seu progresso - durante os treinos;


E. Predisposições: talento, constituição, saúde, idade, gênero e dieta;


F. Capacidades Cognitivas: inteligência, técnica e tática;


G. Sociais: empatia, comunicação.


H. Suporte: treinamento e suporte externo necessários à construção da performance esportiva.


Desses quatro fatores, o neuromuscular, tem importância significativa. Em muitos esportes, os treinadores buscam trabalhar as dinâmicas neuromusculares pelo fato do cérebro ser o responsável pela conexão dos nervos e músculos. Dessa forma, o praticante será capaz de desenvolver o condicionamento e a conscientização corporal, ativando com rapidez o equilíbrio, a projeção ao desenvolvimento muscular e a recuperação em casos de lesões (reabilitação).

Mas lembre-se que todos os fatores estão integrados. Quando uma área está desequilibrada com as demais, os resultados podem ser negativos ou insubstanciais.


A seguir, veremos quais os benefícios do treinamento para alcançar o potencial esportivo e as dicas que ajudarão você a chegar lá.



Quais os benefícios do treinamento para Performance Esportiva?


A performance esportiva é extremamente importante para todas as modalidades. Em esportes de resistência, por exemplo, o desempenho é particularmente dependente dos fatores internos, como a capacidade de ventilação pulmonar, respostas cardiovasculares e oxigenação. Há também os fatores externos, como o tamanho da massa muscular, posição corporal e condições climáticas.


Embora todos os atletas vejam algum desempenho melhorado nos diferentes níveis de treinamento propostos, o treinamento especificamente adaptado para as demandas da modalidade pode ajudar os atletas a desfrutarem de benefícios que incluem:

- Velocidade aumentada

- Melhor condicionamento

- Maior agilidade

- Melhor equilíbrio e consciência corporal

- Força aumentada

- Prevenção de lesões

- Maior flexibilidade

- Resistência aprimorada

- Recuperação mais rápida

- Vantagem competitiva

- Maior aceleração e potência


Os benefícios são extensos e trazem vantagens competitivas aos praticantes. Se o objetivo é potencializar o treino, fortalecer as áreas que necessitam de atenção ou simplesmente garantir saúde e bem-estar (nos níveis iniciante e intermediário), vale pontuar a cadeia de fatores e aplicar o que você precisa melhorar.


Aos atletas de alto nível, as dicas a seguir também poderão acelerar o trajeto em direção ao desenvolvimento corporal/mental de modo a evoluir o potencial físico para futuras competições.

07 dicas poderosas para alcançar a performance esportiva


Reunimos sete dicas poderosas para ajudar você a obter mais resultados físicos no curto e médio prazo.


Vamos lá!

1. Varie seus treinos

Para muitos atletas, os exercícios funcionais ajudam a alcançar performance. Melhorar o desempenho atlético não significa construir músculos ou perder peso. É sobre como melhorar sua força muscular, tempo de resposta e habilidade mental no campo. Os exercícios funcionais são uma excelente base e devem sempre fazer parte dos seus treinos.

Basicamente, o objetivo desses exercícios é trabalhar os músculos que você usará durante a prática da modalidade. Eles não apenas podem condicionar seu corpo para reagir a diferentes situações, mas também podem fazer muito para prevenir lesões musculares.

Os exercícios são importantes. No entanto, exercícios funcionais devem ser realizados na academia ou com um profissional de educação física capaz de construir programas direcionados e personalizados (personal trainer). Isso permite que seu corpo experimente o estresse muscular e a estimulação de uma forma que não lembra imediatamente a modalidade específica.

Além dos exercícios funcionais, é importante mudar as coisas de vez em quando. Realizar os mesmos exercícios dia após dia, semana após semana, não é a forma correta para atingir seu potencial máximo. Seu corpo se acostuma com esse estímulo. Isso pode causar um platô (permanência do nível, sem redução ou elevação) em seus resultados.

É recomendável que você misture seu treino a cada duas ou três semanas. Tente realizar diferentes tipos de exercícios. Faça um tipo diferente de cardio e experimente novas possibilidades. Além disso, ajudará você a se manter motivado e a evitar o tédio.


2. Mensure e analise o seu desempenho durante os treinos

Não há falta de equipamentos de monitoramento (“Wearable”) por aí. Hoje, os acessórios são acessíveis e com preços atrativos, além de integrarem os recursos com o celular. Entenda que acompanhar o seu desempenho durante o treino é uma ótima maneira de estimular o seu corpo a ir mais adiante.

Os dados informados por esses equipamentos de monitoramento são um excelente motivador e permitem que você saiba o quanto está progredindo. Você pode acompanhar seu progresso para uma atividade ou treino específico. Use esses dados para definir pequenos objetivos. Antes que você perceba, você estará quilômetros à frente de onde estava antes.

Um exemplo de equipamento de monitoramento muito utilizado pelos atletas e para quem está começando são os relógios de fitness. Esses relógios podem funcionar como um centro de informações, registrando constantemente diferentes parâmetros de seu movimento. O equipamento mais avançado é capaz de medir distâncias de corrida, frequência cardíaca, repetições de exercícios e muito mais. Envie esses dados para seu computador, tablet ou smartphone e você poderá analisá-los completamente.

Por meio dos dados, os treinadores podem fazer análises quadro a quadro do desempenho esportivo do atleta, propondo - quando necessário - de modificações dos exercícios e incluir novas técnicas para ajudar na melhora física.


3. Hidrate-se (corretamente)

Manter-se hidratado deve ser sua prioridade durante o treino. Não é difícil ficar desidratado. Durante o treino, seu corpo vai perder fluidos com o suor.

Enquanto você se exercita, seus músculos estão produzindo calor. Isso aumenta um pouco a temperatura corporal central. O suor é apenas uma tentativa do corpo de acalmá-lo.

Durante uma rotina de exercícios particularmente intensa, seu corpo pode perder até 1,3 litros de água por hora. É importante que você mantenha um pouco de água ao seu alcance.

A desidratação pode acontecer muito rapidamente. Você pode começar a perder a consciência no meio de uma repetição difícil e se machucar. Ou você pode experimentar uma insolação se estiver ao ar livre.

É recomendável beber entre 500ml a 1,2 litros de água por hora durante o treino. Beber bastante água antes e depois do exercício também é obrigatório. Isso garante que seu corpo esteja hidratado o suficiente para produzir suor. Depois, a água ajudará na recuperação.


4. Recupere-se (corretamente)

O processo de recuperação é tão importante quanto o próprio treino. Há várias razões para isso e,o mais importante está relacionado na prevenção de lesões.

Seus músculos precisam de tempo para cicatrizar. Cada vez que você se exercita, seu tecido muscular apresenta pequenas rupturas. É um processo natural responsável pela força e pelo crescimento muscular.

Se você decidir trabalhar com a dor e não dar ao seu corpo tempo suficiente para se recuperar, você corre riscos de lesões. A falta de recuperação adequada é uma das causas mais comuns de rupturas musculares e lesões graves. Portanto, não force.

Além do repouso você precisa reabastecer seu estoque de energia. O glicogênio muscular, que é basicamente a forma armazenada de carboidratos, é usado quando você se exercita. É o seu suprimento de energia muscular. Durante a fase de recuperação, você pode restaurar seu suprimento de glicogênio para o próximo treino.

Existem várias outras maneiras de promover a cura e a recuperação adequada. O mais fácil é apenas tirar alguns dias de descanso. Dê aos grupos musculares específicos um ou dois dias para se recuperarem antes de retomar o treino. Basta escalonar os dias de exercícios para dar ao corpo todo o tempo de que precisa.

O alongamento pós-exercício também é recomendado. Alguns minutos de alongamento podem ajudar significativamente no processo de recuperação e melhorar seu desempenho atlético na próxima vez em que estiver no campo.

O alongamento permite que os músculos esfriem lentamente. E o que isso faz pelo seu corpo? Evita aquela sensação terrível de tensão muscular e rigidez nas articulações.

Alguns alongamentos podem manter os músculos flexíveis. Com a prática regular, um bom regime de alongamento pode até melhorar sua amplitude de movimento e fornecer alguns resultados de desempenho melhores.


5. Alimente-se (corretamente)

“Você é o que você come”. Outra verdade. Para alguns, melhorar o desempenho atlético pode ser tão simples quanto comer os alimentos certos. Obviamente, os atletas de elite seguem dietas muito mais rígidas.. Para levar seu corpo o mais longe possível, você precisa comer alimentos saudáveis ​​na hora certa.

Tudo começa pela manhã. Em vez de comer cereais açucarados e alimentos não saudáveis ​​para o desjejum rápido, você precisa comer um suprimento saudável de carboidratos, proteínas e gorduras. Um farto café da manhã fornece bastante combustível para seus músculos e, ao mesmo tempo, energia para começar o dia.

Ao planejar suas refeições, é importante evitar açúcares simples e carboidratos simples. Em vez disso, opte por alternativas mais saudáveis, como carboidratos complexos.

Você experimentará um rápido aumento de energia, mas, infelizmente, não vai durar muito. Depois de algumas horas, você se sentirá letárgico e fraco, o que não é ótimo para atletas que querem ultrapassar os limites.

Carboidratos complexos, como alimentos de trigo integral, vegetais saudáveis, legumes e muito mais, se decompõem muito mais lentamente. Isso regula o açúcar no sangue e mantém o índice glicêmico relativamente baixo. Portanto, você terá um suprimento constante de energia ao longo do dia.

6. Treine seu cérebro

Você pode ter ouvido a frase: "A mente é o músculo mais poderoso do corpo." Embora o cérebro tecnicamente não seja um músculo, esse poderoso ditado é verdadeiro.

Treinar seu cérebro é uma das maneiras mais eficazes de melhorar seu desempenho atlético e ganhar vantagem sobre a competição ou sobre o tempo de duração do treino.

Esportes e atividades atléticas não se referem apenas ao bom desempenho de seus músculos. A maioria dos esportes também depende muito de suas habilidades mentais. Por exemplo, corredores, ciclistas e jogadores de futebol têm que tomar milhares de decisões em frações de segundo, e qualquer uma delas pode afetar drasticamente o resultado do treino..

Isso significa que se você deseja melhorar seu desempenho atlético, também precisa treinar seu cérebro. Embora não pareça que você está fazendo muito no início, não se preocupe: os benefícios virão rapidamente. Os exercícios de desempenho cognitivo estão sendo feitos por atletas profissionais em todo o mundo para ajudar a melhorar os tempos de resposta, precisão visual, memória e muito mais. Exemplos:

Tempo de reação: a taxa na qual você pode perceber um evento visual e reagir ao estímulo. Mentalmente perceba o tempo de demora para responder ao evento;

Sensibilidade de contraste: capacidade de distinguir entre um objeto e o fundo;

Equilíbrio: capacidade de ficar em pé e controlar os movimentos do corpo, seja para driblar, desviar ou percorrer obstáculos;

Foco: mudar o foco de um objeto para outro de forma rápida e clara;

Consciência Periférica : a capacidade de ver as coisas com o canto do olho (vale para todas as modalidades);

Percepção de profundidade : julgar com rapidez e precisão a distância e velocidade de algo.

7. Considere adicionar alguns suplementos no seu cardápio

Não tenha vergonha: considere adicionar alguns suplementos no seu cardápio.Introduzir suplementos no seu cardápio ajuda a reequilibrar os níveis de vitaminas e minerais que o seu organismo precisa para continuar evoluindo.

É natural que às vezes você não consiga obter todos os macronutrientes essenciais de que precisa apenas com as refeições do dia. Os suplementos fornecem vitaminas e minerais importantes para manter todas as funções do corpo sob controle, além daquelas que não são produzidas pelo organismo.

Ácido Araquidônico 500mg ( ARA ): Crescimento Muscular, Força e Resistência

Você não terá um bom desempenho se o seu organismo não estiver funcionando de maneira ideal. Portanto, os suplementos são uma ótima maneira de garantir que você alcance, em conjunto com uma boa alimentação, descanso e estratégia de treino, resultados positivos e em constante crescimento.

O Ácido Araquidônico 500mg (ARA) da Beleza Saúde está presente nas membranas das células corporais, e é o precursor da produção de eicosanoides (através da via metabólica da cascata do ácido araquidônico). É um dos ácidos graxos essenciais que precisam ser obtidos através da alimentação. Alguns deles possuem pequena capacidade de converter o ácido linoleico em ácido araquidônico, ou não conseguem fazê-lo, e por isso é essencial que seja obtido na dieta.

Veja alguns benefícios do ARA 500mg para a sua performance:

Ativar a regeneração das células musculares;

Melhorar o desempenho de atletas e iniciantes;

Melhorar a sensibilidade à insulina;

Aumentar a força e a resistência dos treinos esportivos.

Hipertrofia muscular;

Melhora proporção corporal (massa magra x massa gorda).

Posologia:

Tomar 1 cápsula após o café da manhã e jantar.

Melhorar o desempenho atlético e alcançar a performance não precisa ser complicado. Na verdade, os métodos mais eficazes são bastante diretos.

Usar essas dicas como base de sua estratégia de treinamento produzirá resultados significativos, não importa se você é iniciante, intermediário ou avançado ou atleta de elite. Sempre devemos buscar o equilíbrio e progredir dia após dia em direção à performance esportiva.

Para fazer o pedido do seu ARA 500mg e começar hoje mesmo a potencializar o seu treino, clique aqui.

31 visualizações0 comentário